Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!

PRATA - MG

A Cidade

Prata é um município brasileiro localizado no Estado de Minas Gerais. Com uma população de aproximadamente 25.802 habitantes, detém o maior rebanho bovino do Estado e a segunda maior produção de leite do Triângulo Mineiro. Prata é conhecido nacionalmente como a "Capital do Leite".

Apresentação

As origens da fundação do Município de Prata prendem-se às primeiras entradas de bandeirantes e aventureiros na região do Sertão da Farinha Podre, hoje denominada Triângulo Mineiro, no Estado de Minas Gerais, com o objetivo de encontrar terras propícias a agricultura e criação de gado.

Entre os anos de 1810 e 1813, o sargento-mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, fundador de Uberaba, fez várias incursões no território do atual Município de Prata, demarcando sesmarias para si e seus companheiros. Posteriormente, Antônio Eustáquio e outros sesmeiros doaram o terreno para a construção do arraial que, em 1839, foi elevado à categoria de distrito de paz, com a denominação de Nossa Senhora do Carmo dos Morrinhos.

Desenvolvendo-se rapidamente, o povoado recebeu foros de vila em 1848.

O distrito de paz foi criado em 13 de março de 1839, pela Lei n° 125, com a denominação de Nossa Senhora do Carmo dos Morrinhos. No ano seguinte, a Resolução n° 164, de 1° de março, criou a freguesia. O Município, criado pela Lei n° 363, de 30 de setembro de 1848, e supresso pela de n. 472, de 31 de maio de 1850, foi restaurado com o nome de Prata e território desmembrado do município de Uberaba, por força da Lei n° 668, de 27 de abril de 1854.

 Verificou-se a reinstalação a 2 de dezembro de 1855. A Lei n° 2 002, de 15 de novembro de 1873, concedeu foros de cidade à sede municipal. A comarca de Prata, criada pela Lei n° 1 740, de 8 de outubro de 1870, e extinta pela de n° 375, de 19 de setembro de 1903, foi restaurada em cumprimento a Lei n° 663, de 18 de setembro de 1903. A reinstalação realizou-se no dia 18 de outubro de 1918, de acordo com o Decreto n° 5 095, de 3 de setembro desse ano.


Foi o terceiro núcleo urbano a se formar no Triângulo Mineiro (Araxá e Uberaba foram os primeiros). De Prata surgiram todas as cidades do Pontal do Triângulo (Ituiutaba, Frutal, Campina Verde, Santa Vitória, Iturama, Monte Alegre e outras).


É formado pelos distritos de Prata (sede), Jardinésia, Monjolinho e Patrimônio.


Historiadores asseguram que em Prata, por volta do ano de 1857, pela primeira vez, houve um movimento pela emancipação do Triângulo Mineiro do Estado de Minas Gerais, sob o argumento de que o governo mineiro pouco fazia pelo desenvolvimento da região, pois não investia em estradas, saúde e educação, relegando a região ao esquecimento.

 

SOBRE A CIDADE

Prata é um município brasileiro localizado no Estado de Minas Gerais. Com uma população de aproximadamente 25.802 habitantes, detém o maior rebanho bovino do Estado e a segunda maior produção de leite do Triângulo Mineiro.

 

Prata é um município brasileiro do interior do estado de Minas GeraisRegião Sudeste do país. Com uma população de 27 796 habitantes, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017, detém o maior rebanho bovino do estado e a segunda maior produção de leite do Triângulo Mineiro. Prata é conhecido nacionalmente como a "Capital do Leite”.

História

As origens da fundação do Município de Prata prendem-se às primeiras entradas de bandeirantes e aventureiros na região do Sertão da Farinha Podre, hoje denominada Triângulo Mineiro, no Estado de Minas Gerais, com o objetivo de encontrar terras propícias a agricultura e criação de gado.

Entre os anos de 1810 e 1813, o sargento-mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira, fundador de Uberaba, fez várias incursões no território do atual Município de Prata, demarcando sesmarias para si e seus companheiros. Posteriormente, Antônio Eustáquio e outros sesmeiros doaram o terreno para a construção do arraial que, em 1839, foi elevado à categoria de distrito de paz, com a denominação de Nossa Senhora do Carmo dos Morrinhos.

Desenvolvendo-se rapidamente, o povoado recebeu foros de vila em 1848.

O distrito de paz foi criado em 13 de março de 1839, pela Lei n° 125, com a denominação de Nossa Senhora do Carmo dos Morrinhos. No ano seguinte, a Resolução n° 164, de 1.° de março, criou a freguesia. O Município, criado pela Lei n° 363, de 30 de setembro de 1848, e supresso pela de n. 472, de 31 de maio de 1850, foi restaurado com o nome de Prata e território desmembrado do município de Uberaba, por força da Lei n° 668, de 27 de abril de 1854. Verificou-se a reinstalação a 2 de dezembro de 1855. A Lei n° 2 002, de 15 de novembro de 1873, concedeu foros de cidade à sede municipal. A comarca de Prata, criada pela Lei n° 1 740, de 8 de outubro de 1870, e extinta pela de n° 375, de 19 de setembro de 1903, foi restaurada em cumprimento a Lei n° 663, de 18 de setembro de 1903. A reinstalação realizou-se no dia 18 de outubro de 1918, de acordo com o Decreto n° 5 095, de 3 de setembro desse ano.

Foi o terceiro núcleo urbano a se formar no Triângulo Mineiro (Araxá e Uberaba foram os primeiros). De Prata surgiram todas as cidades do Pontal do Triângulo (ItuiutabaFrutalCampina VerdeSanta VitóriaIturamaMonte Alegre de Minas e outras).

É formado pelos distritos de Prata (sede), Jardinésia, Monjolinho e Patrimônio.

Historiadores asseguram que em Prata, por volta do ano de 1857, pela primeira vez, houve um movimento pela emancipação do Triângulo Mineiro do Estado de Minas Gerais, sob o argumento de que o governo mineiro pouco fazia pelo desenvolvimento da região, pois não investia em estradas, saúde e educação, relegando a região ao esquecimento.

Geografia

O município de Prata é o maior em extensão territorial do Triângulo Mineiro. A cidade de Prata está situada às margens da BR-153 (Transbrasiliana), no centro geográfico da região. Com a latitude de 19°18'27" sul e longitude de 48°55'22" oeste, estando a uma altitude de 631 metros.

Clima

Gráfico climático para Prata (MG)
(2002 - 2010)

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

 

 

334

 

31

22

 

 

195

 

33

22

 

 

183

 

32

21

 

 

108

 

31

20

 

 

40

 

29

15

 

 

8.7

 

28

14

 

 

5.1

 

29

15

 

 

14

 

32

16

 

 

34

 

34

19

 

 

111

 

35

21

 

 

168

 

33

21

 

 

287

 

32

22

Temperaturas em °C • Precipitações em mm
Fonte: Posto Climatológico da Casa Amarela - Prata (MG) - 19º18'S, 48º55'W, 655m.

Seu clima predominante é o tropical semi-úmido, com chuvas concentradas no verão (dezembro-março) e seca de inverno (maio-agosto). A Temperatura média anual na cidade é de 24 °C, mínimas absolutas de 7 °C no inverno e máximas absolutas de 40 °C na primavera. A pluviosidade média anual fica entorno de 1.450 mm. No verão a temperatura média varia de 22,0 °C à 32,0 °C e a precipitação total de 816 mm (55% das chuvas do ano). No outono a temperatura cai e varia de 18,5 °C à 30,5 °C, com precipitação total de 331 mm (22,3% das chuvas do ano). O inverno é caracterizado por temperaturas mínimas em torno de 14,5 °C e máximas de 28,5 °C, com uma grande amplitude térmica diária em torno de 14 °C, a precipitação total é inferior a 30 mm (1,8% das chuvas do ano). A primavera é marcada por altas temperaturas (o mês de outubro registra as maiores temperaturas do ano) que variam de 20,5 °C à 34,0 °C e a precipitação total é de 313 mm (20,9% das chuvas do ano) com ocorrências de tempestades.

Relevo e Vegetação

O relevo é Planalto sedimentar medianamente dissecado na maior parte, relevos residuais a oeste e planície fluvial a leste. Altitude máxima: 866 m - local: Chapadão do Prata (extremo leste do município na divisa com Veríssimo). Altitude mínima: 492 m - local: Rio Verde ou Feio (divisa com Campina Verde). A vegetação é o Cerrado (predominantemente) e a Floresta Estacional Semi-decídua (Mata Atlântica) no vale dos principais rios.

Hidrografia

O município está inserido na bacia platina, a segunda maior bacia hidrográfica do continente sul americano, e dividido em duas sub-bacias: rio Grande (rio Verde ou Feio, ribeirão Boa Vista) e rio Paranaíba (rio Tejuco, rio da Prata, rio Douradinho, rio Cocal, rio das Pedras, rio do Peixe).

Economia

·         Atividades econômicas: Pecuária (bovinos-352.984 cabeças, suínos-6.766 cabeças), Agricultura (cana de açúcar-2.830 ha, laranja-3.230 ha, milho-1.290 ha, soja-6.000 ha), Indústria (laticínios, alimentícia, química, madeira para fabricação de lápis, transformação), reflorestamento (pinus, eucalipto e seringueira).

·         Principais Indústrias: Faber-Castell, Atta Capiguara S/A, COOPRATA.

Principais rodovias

·         BR-153 (Transbrasiliana) - ligação com Goiânia ao norte, e São Paulo ao sul.

·         MG-497 - Ligação com Paranaíba e Três Lagoas (MS) a sudoeste, e Uberlândia a nordeste.

·         BR-455 - Ligação do Distrito de Patrimônio com Uberlândia e Campo Florido.

Distâncias

·         75 km de Uberlândia

·         100 km de Frutal

·         99 km de Ituiutaba

·         141 km de Uberaba

·         308 km de Goiânia

·         500 km de Brasília

·         632 km de São Paulo

·         640 km de Belo Horizonte

·         908 km de Curitiba

·         996 km do Rio de Janeiro

·         1.000 km de Cuiabá

Atrações turísticas

A principal atração turística do município fica na região da Serra da Boa Vista, as Pinturas Rupestres datadas de mais de 10.000 anos situadas em um paredão da serra na fazenda do Sr. Ideon. É preciso fazer uma caminhada de 30 min até o local por uma trilha de médio esforço. Na região também fica um sítio paleontológico com fósseis de dinossauros saurópodes, além de vários mirantes, o principal em cima da serra da Boa Vista onde a vista é exuberante.

Outra atração turística é o Morrinho, situado na Serra Seio de Moça a 4 km do centro da cidade, onde a estátua de Nossa Senhora do Carmo foi erguida em 1995. No mirante do Morrinho o visitante tem uma vista de toda a cidade.

Os rios da Prata e Tejuco possuem áreas de lazer para banho e descanso. Os afluentes do Tejuco possuem cachoeiras sobre rochas de basalto, as principais são: Corumbá, no córrego Corumbá a 26 km da cidade sentido Trevão e a do Salto no Hotel Fazenda Solar dos Ipês, a 28 km da cidade sentido Uberlândia.

Paleontologia

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/2/25/Maxacalissauro.jpg/220px-Maxacalissauro.jpg

Maxakalisaurus

Neste Município foram localizados fósseis do maior dinossauro encontrado no Brasil, que viveu há mais de 80 milhões de anos na região da Serra da Boa Vista, distante cerca de 40 km da cidade de Prata, cujo nome científico foi denominado de Maxakalisaurus topai, e popularmente escolhido de DINOPRATA, após votação popular, valendo destacar que a réplica do titanossauro (montada em resina), com cerca de 13 metros de comprimento, está exposta no Museu Nacional no Rio de Janeiro, desde 28 de agosto de 2006.